quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Um lançamento para inspirar as belas


Duas horas de fila não desanimaram os fãs ansiosos por um momento com a promotora da comida do bem, rainha da leveza natural de quem respira saúde e que atende pelo nome de Bela Gil. Na longa espera para ter os exemplares autografados do livro de "Bela Cozinha As Receitas" - lançado na última terça-feira (3) na Livraria da Travessa do Shopping Leblon - casais, amigos e familiares comentavam muito animados suas estripulias no fogão, guiados ou não pela culinária macrobiótica tão bem representada por Bela. "Ela está mais pop que o Claude, a fila dele acabava bem ali", disse um rapaz atrás da gente apontando para a porta da loja. Ah Claude, se tivesse sabido antes teria prestigiado seu lançamento também! Sou fã igual!


Eu e Fe - muito conectada, logo que soube do evento tratou de arranjar todo a sequência do nosso encontro - botamos o papo pra lá de em dia e revisamos as receitas do livro. Na reta final, estafadas, sentadas pelas escadas e estantes da Travessa, nos esbaldamos com o sorriso farto e exclusivo que Bela dividia com cada um que se aproximasse dela. Iluminada!

Momentos que valem a pena nos fazem pensar. Algumas notas para dividir:

1) Do by yourself: descobri recentemente que cozinhar me faz um bem danado! Como engenheira que produz quase que o dia todo entre o computador e reuniões, sentia falta de fazer algo com as mãos. Ainda posso me alimentar bem, conhecendo o que estou comendo para fazer melhores escolhas, além de organizar meus pensamentos ou simplesmente me ausentar deles. Adoro cozinha prática e equilibrada nos nutrientes, sigo receitas, mas não dispenso meu toque particular... Entretanto, se cozinhar não é a sua praia, encontre outra atividade para descarregar as energias ou encontrar-se consigo mesmo: jardinagem, origami, artesanato, mecânica, marcenaria, desenho... Faça você mesmo e faça com muito amor e dedicação. E procure boas referências para se inspirar.

2) Um livro lindo de presente com dupla dedicatória vale mais que mil Kindles.

3) Se for enfrentar fila leve um amigo... E lanches!

:)


Aline Indica:

- Dia das meninas - não abra mão de vez em quando!
- Livraria da Travessa e seus cafés
- Bela Cozinha - todas as terças às 22h no GNT

quinta-feira, 19 de junho de 2014

#mmdd: Juntem-se a mim mulheres modernas da depressão!

Incrível esse texto da Ruth Manus para o blog do Estadão publicado ontem. Interessante que recebi o link de duas pessoas que identificaram a mulher do texto comigo: meu namorado e minha amiga "pra vida", como carinhosamente nos chamamos. E já percebo vários compartilhamentos na timeline.

Na verdade Fernanda é também aquela mulher, e o texto faz muito sentido para ela também, por isso esse é tema constante de nossas trocas diárias. Anos que viemos vivendo nossas próprias aspirações, literalmente chorando e sorrindo cada momento, dividindo vitórias e derrotas, luxo e lixo. E onde sempre concordamos, nada de vangloriar a mulher moderna, porque a sensação de vento no rosto da liberdade tem muitos preços a pagar. Abdicar dos desejos dos outros sobre nossas vidas é um deles, incluindo aqui pais e mães e muita gente querida, que tentam a todo momento guiar inconscientemente as nossas escolhas. E ainda no meu caso, me cobro saber fazer tudo, desde consertar uma tomada, cozinhar minha comida saudável, até ser fluente em inglês e escrever no mínimo dois artigos por ano para seminários importantes no setor elétrico. Juntem-se a mim as mulheres modernas da depressão! #mmdd

No quesito relacionamento vou divergir da autora, pois estou vivendo outra etapa: a mulher que namora um homem que reconhece o padrão da mulher atual e busca incansavelmente se adaptar a minha rotina, humor, preocupações, surtos, dietas, TPMs, alergias, estresse, compromissos e afins, sem perder sua essência e valores e sendo o melhor homem que ele pode ser. Um homem em transformação, andando para frente.

"Quem é seguro o bastante para amar a mulher que voa?" Não vamos deixar tudo na conta deles e nem da sociedade, tratemos de construir essa segurança diariamente. O que não vale é acreditar que eles também não são capazes de se reinventar. Para isso, nada de agregar os problemas deles no melhor estilo Mulher Maravilha, pois cada um tem seu tempo e capacidade de solucionar suas próprias demandas. Nem competir, pois não há prêmio em jogo. Conversar é preciso!

Aline Indica:
Planeje e priorize para manter o equilíbrio, respire... E siga!
Nivelar expectativas sempre que possível.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Soninho da beleza...

Dia desses lendo um ótimo post sobre resoluções e promessas (Sertão Livre - Pequenas promessas) me deparei com meus próprios dilemas.

E me lembrei que há alguns meses tive uma gripe que me tirou do ar por alguns dias e me fez repensar meus compromissos e como eu estava gerenciando minha rotina. Isso mesmo, redefinição de prioridades! Fora dar menos atenção às distrações óbvias, minha maior conquista dos últimos meses foi o sono. Fui redesenhando os hábitos e concluí que estava buscando loucamente seguir as aulas de pilates, comer bem, atender aos compromissos de trabalho e vida social... E até pelo lazer estava colocando meu sono em segundo plano. Resultado: doente!


Sem contar que a coisa mais fácil, que era bater na cama e apagar, já estava se tornando cada dia mais difícil.


Então, além de me policiar para deitar mais cedo, pois a hora de acordar não tem como mudar, resolvi adicionar um recurso pra otimizar o sono, que são os tapa-olhos, ou máscaras de dormir. :) Já havia tentado outras vezes sem sucesso e descobri o porquê: os elásticos dos outros modelos que testei apertavam demais a cabeça e davam a sensação de incômodo ao invés do relaxamento. Dessa vez deu super certo! Portanto, fique atenta ao escolher o seu tapa-olhos e experimente antes de comprar para medir o conforto. 


Selecionei estes modelos super apropriados da Puket pra inspirar vocês:





Pesquisando na web encontrei muitos blogs ensinando a costurar e personalizar sua própria máscara de dormir. Tem até os modelos de máscaras aromáticas para potencializar o spa caseiro. Delícia!

Ainda continuo precisando de mais horas no dia, mas pelo menos tenho mais disposição pra administrar meu dia-a-dia… Mais uma conquista nas resoluções! ✔️
Aline Indica:
* Uma boa noite de sono
* Tapa-olhos ou máscaras de dormir

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Ano Novo, Juba Renovada!

"Ano novo, vida nova!" Quem não espera uma época como a virada do ano para uma transformaçãozinha? No meu caso foi vontade, oportunidade e necessidade mesmo, porque já tinha passado da época de fazer o corte de manutenção. Como assim manutenção? Isso mesmo, minha rotina que sempre deu super certo é aparar as pontas de 3 em 3 meses, preferencialmente na lua nova ou crescente (essa parte é superstição mesmo). Neste intervalo meu cabelo cresce que é uma beleza, o que me permite às vezes ousar no corte, pois sou dessas que acredita que "o cabelo cresce".

Também não é por acaso que me dou ao luxo de fazer modificações em corte de cabelo, ainda mais tendo cachos. É que minha cabeleireira, Rosa Maria Machado, a Rosinha, é muito fada! Estou com ela simplesmente desde que tive cabelo para cortar, desde sempre, e não é a toa que rodo 60 km para cortar o cabelo, mudar a cor ou fazer qualquer outro tratamento mais cuidadoso. O Espaço Femina está sob direção de Rosa Maria Machado e Luzia Machado, profissionais com mais de 30 anos de carreira nas tesouras e formação internacional, e atualmente oferece serviços de cabelo e maquiagem para o dia-a-dia ou ocasiões especiais, além de ser cuidadosamente decorado tornando-o super aconchegante, o que nos ajuda a gostar ainda mais de todo o serviço. Várias amigas já adotaram minha dica e viraram clientes também. :)


Espaço Femina | 1º andar


Espaço Femina | 2º andar

Já fui mega loira, cabelo curto, compridão natural na época que nem se usava leave in, e há alguns anos venho mantendo cabelo médio pra longo com escova tratamento na raiz e pontas ombré hair. Assim não abandono os cachos que amo e ganho mais controle do volume com a escova só na raiz, além de me possibilitar usar franja. As pontas ombré ajudam a iluminar o rosto, sem a necessidade de manutenção rigorosa, mantendo uma frequência de 2 a 3 vezes no ano para retocar, o mesmo que a escova.

Hoje o corte não teve pegada radical, só tirei mesmo um pontão do comprimento e aparei todo o resto com o repicado que dá um volume bom e enobrece os cachos. Mantive franjão a pedido do love e também pelo calor que tá de rachar no Rio, pois posso fazer aquele topetinho com grampos ou manter solto sem cair em cima da testa. Pra finalizar o corte Rosinha escovou e usou Mythic Oil óleo nutritivo da L'Oréal. Veja o resultado!













Aline Indica:

Espaço Femina 
Est. do Cabuçu, 271 - Campo Grande/RJ
Tel: (21) 3395-1893

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

"Dieta passa, hábitos saudáveis ficam"





















Há alguns meses Suzana pediu um depoimento sobre minha experiência com reeducação alimentar e hábitos saudáveis para tentar motivar uma amiga que não estava feliz com sua imagem, acima do peso e sem inspiração. Também inúmeras vezes me perguntaram como consegui tranquilamente "mudar a chave" depois de 28 anos acima do peso. Eis aqui minha resposta:

"Amiga,

Mais uma vez, obrigada por me incluir na sua lista de casos de sucesso. Na verdade esta luta nunca acaba, pois após atingir a meta de perder peso, tem a difícil tarefa de manter. Então a decisão de mudar de hábitos deve ser incorporada para sempre, como filosofia de vida. Esta deve ser focada sobretudo na saúde e qualidade de vida, apesar dos benefícios estéticos que se ganha com as mudanças.

Minha decisão partiu de um grande mal estar após me perceber muito acima do peso (15 kg), estressada, sem atratividade, me vestindo mal, baixa estima, sedentária. Foram anos me escondendo em problemas como falta de tempo para cuidar de mim, quando na verdade eu não colocava meu bem-estar como prioridade. Aliás, este conceito de bem-estar era muito falho em minha cabeça, pois achava, por exemplo, que um bom pedaço de torta era prazer. Além de ter internalizado o pensamento que “minha estrutura é grande”, ou seja, nunca me tornaria magra mesmo com muito esforço. Grande engano...

E quando a reeducação começa teoricamente tudo fica muito difícil, já que se deve abdicar do “prazer”, que é a comida “boa” e ainda tem que fazer exercício físico. Parece muita tortura, mas não é. Na realidade, eu comecei a me tocar de que estava passando dos meus limites quando comecei a comer tanto a ponto de passar mal, vomitar mesmo, ter muita azia e viver com indigestão, além de estar sempre cansada e doente. Também li um livro onde falava da importância do zelo pelo corpo físico, que nos permite cumprir a jornada da vida e igualmente somos penalizados pelos vícios se não soubermos cuidar deste envelope que recebemos. Tudo isso somado à cobrança dos meus pais, que sempre foram exemplo.

A partir da vontade de mudar, a sequencia foi acostumar com a nova rotina. Ter disciplina com horários, planejamento. E ao longo do tempo, saber fazer as escolhas, porque não se deve encarar a mudança de hábitos como dieta. Dieta passa, hábitos saudáveis ficam. Iniciei com uma idade metabólica de uma pessoa de cinquenta anos e minha trajetória foi de perda de 20 kg em cerca de 18 meses, uma perda média de 1 a 2 kg por mês. Quando cheguei em 65 kg, vestindo 38 folgado, voltei a 3 kg a mais com exercícios, e desde então venho me mantendo nessa faixa, comendo de tudo um pouco, mas sabendo escolher, compensando, exercitando o corpo, arejando a mente.

Os ganhos vão além de saúde e qualidade de vida, ficam na pele mais viçosa, crescimento dos cabelos, formas mais agradáveis e fáceis de vestir, atratividade, descontração, segurança, disposição física, concentração e felicidade... que atrai mais felicidade!

Acho que você já tem boas armas aí... desejo bom recomeço para sua amiga e espero que ela realmente queira tentar."

Aline Indica: 
Além do esforço pessoal, encontre profissionais que possam orientar a alimentação e os treinos. Essa galera vai puxar a orelha durante os primeiros meses, enquanto a preguiça te abandona e os bons hábitos ficam para sempre. ;) 
Essas pessoas queridas foram o meu plus:
Letícia Verçosa | Nutricionista
Ana Paula Santos | Nutricionista
Vivian da Matta | Coordenadora na Academia Pro Limits (e equipe), musculação, personal trainer
Para equilibrar, leitura: Série Nosso Lar (FEB)

terça-feira, 26 de novembro de 2013

O Meu Pote



Seguindo a dica da Silvia na fanpage do Sertão Livre fui pesquisar o Sr Google e encontrei várias referências e diferentes potes da felicidade (ou happiness jar) e mesmo sendo um tema já bem explorado decidi fazer o meu.

Por que? Porque sou da geração que escrevia diário, daquele com chavezinha e tudo. Só que a diferença daquele tempo para agora é que eu não preciso guardar meus segredos de felicidade, pois eles ficarão escritos para quem quiser ler e para que eu possa vez ou outra, em caso de desesperança, lançar mão do SOS logo ao lado da minha cama dos momentos mais valorosos para mim...

É simples. Pegue uma jarra ou pote e escreva em pequenos pedaços de papel diariamente o que te fez feliz. Recomendo que seu pote seja transparente e contenha papéis de variadas cores, para que ele fique mais feliz ainda. Vale amarrar fitinhas ou colocar uma tampa com crochê também, use a criatividade! Inclusive estou pensando em providenciar uma jarra grande para deixar na casa nova, para que meus amigos que vierem visitar compartilhem comigo seus bons momentos.

Como Elizabeth Gilbert, talvez a “mãe” dessa ideia simples, e que como toda boa ideia tem que se multiplicar, encorajo-as a prepararem o seu próprio pote da felicidade tupiniquim e divulgá-los, não esquecendo de marcar o @AlineIndica no Instagram ou na fanpage pra gente acompanhar e curtir!

Aline Indica:
Pote da Felicidade (Happiness Jar)
Sertão Livre: “compartilhando histórias de um ponto de vista perdidamente apaixonado por pessoas, viagens, palavras, mares e o infinito”

sábado, 23 de novembro de 2013

Cheguei!

Desafiada a lançar o blog e primeiro post fiquei pensando por alguns dias como abrir este trabalho, que durante muito tempo foi sonho, e começou a nascer nas mãos de Diego, namorado-assessor: "Nega, pensa como todo mundo vem te perguntar o que fazer com a pele, a roupa, cabelo, comer, viajar... você sabe das coisas, e sabe ensinar também, vou te ajudar"... era o empurrão que faltava!

Tanta coisa pra contar de gente que cruzei por indicação ou mero acaso do destino e se tornaram meu MUST HAVE, e tantas que virão ainda com quem aprendo a cada dia uma coisa nova.

O nome do blog foi inspirado e dedicado a vocês, que carinhosamente compartilham comigo suas dicas e segredos da beleza e do bem-estar, uma forma que encontrei de documentar nossos achados: receitinhas caseiras e tratamentos estéticos de beleza, novidades das academias, pilates, corrida, maquiagem, viagens, comidinhas boas, moda, serviços diversos no circuito Niterói-Rio e aforas, especialmente por aqueles que estão na luta para tornar sua marca um sucesso.

E é fato que criar relações de afeto com a cabeleireira, professores e até aquele garçom preferido é de nosso apreço, brasileiros calorosos! Portanto a expectativa de relatos recheados de boas emoções. 

Aqui partimos e não esqueça: gostou? Então indique!

(Aline Indica: Arte da capa: Diego Reis e Luis Fernando ManhãesFotografia (Capa e do Quem sou): Anne Valente)